quinta-feira, 5 de setembro de 2013

VIRGEM E A CASA VI




       
       Na época de Virgem o fruto está pronto para colheita.
      Virgem acha defeito sempre, mas não exige a perfeição, não luta para que esta seja alcançada.
       Capricórnio exige a perfeição e busca meios para alcançar;
       Virgem sente-se vulnerável;
       Segue as normas;
       Se é um Virgem fraco, se torna servil;
       É um eterno aprendiz;


Mitologia:
Os gregos identificavam a constelação da Virgem com  a deusa Astréia (ou Diquê), que representa o princípio da justiça.  De acordo com Hesíodo, ela era filha de Zeus.  Viveu certa vez na Terra, durante a Idade de Ouro, quando não havia contenda ou derramamento de sangue entre os homens.  Sentava-se na companhia das pessoas do povo, e reunia os mais velhos no mercado para incitá-los a obedecer às leis da natureza.  Porém, com a gradual corrupção dos homens, Astréia adquiriu ódio pela raça humana, devido a seus crimes, e deixou a Terra para sempre, voando aos céus para se juntar a seu pai Zeus e tornar-se a constelação de Virgem.  Para Hesíodo, a figura de Astréia é severa e punidora dos crimes.
Parece que ela é uma imagem da ordem intrínseca da natureza, e seu desgosto pela humanidade é uma imagem mítica da tradicional aversão de Virgem pela desordem, pelo caos e pelo desperdício de tempo e matéria. ... Tudo tem sua hora e seu lugar no domínio da deusa Astréia; toda forma natural do universo tem seu respectivo ciclo e valor. ... Virgem se incline ao ritualismo e a uma visão da vida em que é preciso restaurar a “justiça”.
Complexo, realmente;  Virgem parece incorporar um profundo paradoxo, uma combinação da Astréia honrada e quase pudica, lado a lado com as deusas meretrizes das orgias lunares da Ásia Menor.  
Esse paradoxo coloca um enorme conflito para Virgem, e é desse conflito que surge o padrão de desenvolvimento do signo.  Quer se manifeste através do choque entre a vida pessoal e profissional, entre o casamento e a independência (um tema comum), entre a espiritualidade e o materialismo, entre a moralidade e o abandono, Virgem luta com esses opostos a vida toda, tentando abranger os dois.  Muitas vezes o virginiano tenta incorporar um enquanto sacrifica o outro, o que geralmente causa dificuldades, pois o destino do signo parece não permitir essa divisão.
Contrariamente às descrições populares de Virgem, creio que esse paradoxo constitui o verdadeiro cerne do signo.  Mas é difícil de alcançar, assim como a procura do Graal é difícil para Leão, a reconciliação dos opostos para Gêmeos, a domesticação do touro para Touro, e assim por diante.
Os virginianos dos dois sexos muitas vezes se vêem no dilema de ter de escolher entre o caminho seguro, bem pago e, em última análise, estéril da submissão externa, e o caminho fértil, mas  freqüentemente solitário, da lealdade interna.
O par Deméter- Perséfone, visto que essas duas figuras, mãe e filha, estão intimamente associadas à Virgem.  Assim como Leão é um conto de pai e filho, Virgem pode também ser um conto de mãe e filha.  Mesmo que o homem de Virgem vivencie essas figuras através da anima e das mulheres de sua vida, nem por isso o mito é menos relevante.  Deméter e Perséfone formam uma unidade, o paradoxo da mulher enquanto virgem e mãe....

Livro “A Astrologia do destino”. Auror: Liz Greene. página:191


A sexta casa - Trabalho e saúde

         A casa VI é associada à carta IX do Tarô- O Eremita


A 150° graus de distância do ponto original, a energia individualizada e personalizada se encontra num estado avançado de experiências no plano da terra.  Abrem-se os portões de virgo e é chegado o momento da energia - forma nascida, protegida, sociabilizada, iniciada e evoluída se posicionar para a casa da percepção (Rudhyar) ou ciclo de reajustamento.  Esse espaço traz a crise de virgo.

O conteúdo metafísico da Sexta Casa é de raro esplendor.  A virgo representa a mulher dando a luz, nua alusão à mãe do Cristo, virgem intacta, como a única mulher capaz de suportar a prístina presença do filho de Deus.

O passo Yod exprime, em Síntese, o espaço-tempo capaz de suportar o Cristo Solar em sua fase de preparação para o nascimento Libra do Universo -terra.

A sexta casa, numa referência arquetípica, consagra a mulher a ideia prístina e primordial do trabalho.  O primeiro trabalho na terra é criar e procriar;  para a mulher, ao dar a luz, cria e faz a primeira relação de  troca-contra a fome a Spica ou espiga da fartura e da benfeitoria fecundada na terra generosa.  Nesse sítio será concebido o ser universal que irá oferecer o seu corpo e sua energia a outros corpos e outras energias.

Por ser uma casa cadente, situada entre 150 e 180 graus, a Sexta Casa revela o último momento da energia abaixo da linha do horizonte.  Ali metafisicamente, o Ângulo não mais beneficia os resultados físicos, visto que o sol físico ultrapassou o poente, estando no horário astronômico entre 18:00 e 20:00 h.  O fluido vital solar desapareceu e o fluido vital lunar ainda não se tornou pleno.  Aos olhos do iniciado é o momento  de expressar planos, trabalhos e projetos para o futuro.  Contudo, ao olho do leigo, é momento difícil, pois é o sítio onde o campo eletromagnético apresenta substancial perda, inexistência ou nulidade.  Consideramos tal premissa, por ora, face ao plano astronômico apresentar o momento da terra nem de dia, nem de noite.  Os luminares são fracos.

Virgem tem por objetivo revelar o verbo na forma.  A alma e o corpo percorrem juntos, o passo do Eremita.  O lema da sexta casa é servir, e o Eremita, enfraquecido na posição solar atua, serve, cura, pois está além do limite objetivo imposto:  Comer o pão com o suor do teu rosto.

A sexta casa revela o trabalho e a doença, pois  refere-se ao serviço como remédio para transformação do Homo Sapiens individual em Homo Cosmicum transpessoal.  Trata-se de um local de sofrimento onde a dor, como crise deve acontecer, caso o homem não saiba como sofrer, pois ao contrário, quando se sabe, terá o poder de não sofrer.

Virgem prepara o homem para a grande missão, como eremita, no plano do sol, mas o protege, segura, e o impede no plano da lua.  Esta casa marca o fim da personalidade-lunar (Casa I a VI) e o início da personalidade-solar (Casa VII a XII).

O Sol, na Sexta Casa, fisicamente se encontra abaixo da linha do horizonte e em tal sítio se encontra lânguido e enfraquecido, pois não está nem ausente nem  presente.  Os seus raios decodificam as cores finais do espectro, e o Violeta se torna o raio da cura.

Se, neste sítio, o Sol mostra-se lânguido e propício a doenças, pois há enfraquecimento vital, também acarreta vigorosa força psíquica, notadamente para a cura, ou para expressar o primeiro dos poderes que o homem deve esforçar e possuir: o poder de trabalhar.

A presença do Sol na Sexta Casa (presença adâmica) diz que a proposta principal é para o nativo se apresentar como pai e mestre de seus negócios, que a rigor se caracteriza pela sua livre iniciativa.  Nesse sítio, onde o campo eletromagnético é fraco, o Sol propõe direção e mando com liberdade, em iniciativas que requeiram rapidez, decisão e coragem e, sobretudo destinadas à proteção social.  As funções solares se ligam especificamente à proteção, socorro e manutenção.

A Lua na Sexta Casa, se torna subserviente, ensejando dificuldades de direção e mando.  Há quase um impulso feminino para estar orientado pelos outros.

Por estar basicamente espacializando as qualidades mentais de vez que a Sexta Casa é o útero da Sétima, ali tem força subconsciente com relação aos valores objetivos ou coletivos do ser humano  Dir-se-ia que a Lua age como um impulso subconsciente da futura união do ser e de tal modo que ela se torna extraordinariamente passiva e feminina, por vezes com mais força que alguns planetas que atuam na própria sétima casa.

A Sexta Casa traz o binômio trabalho-saúde.  Em questões de saúde física, a Sexta Casa terá sua compreensão profunda através do signo da cúspide.  A chave está no planeta regente da cúspide da Sexta Casa.

Os planetas pessoais (Mercúrio, Vênus, Marte e Lua) desvitalizam ou desmagnetizam o corpo físico, expondo-os às enfermidades, face aos excessos emocionais de servir ao corpo e servir aos outros.

Os planetas transpessoais (Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão), sobretudo Saturno e Urano, exigem que o serviço não seja subordinado, face, a sabedoria e lideranças apropriadas para servir e curar.

Netuno e Plutão, mais ainda, alargam horizontes metafísicos, cujos planos vão do servir mediúnico, em suas linhas populares, até serviços de abnegação.

Plutão revela sempre a angústia de servir e o poder de cura.  Solitário na Sexta Casa, age como um espelho do grande médico do passado e que, em compulsão, se bate, no útero da virgem, para se instalar outra vez.  Há um tempo de sofrimento e demora, até que  o ciclo se abre e muitas vezes oferece caminhos de cura, não mais na expressão comum, porém alternativa.  No entanto, fato é, antes de curar, tem que se iniciar.

O Nódulo Lunar ou Cabeça do Dragão na sexta casa é pela aceitação de uma vida de sacrifícios, com missão do ego que não deseja apenas viver do poder do passado (Segunda Casa).  Aceitar o carma do trabalho, sobrepujar as vicissitudes da vida e servir com sabedoria acima e além dos obstáculos planetários.

         A Casa VI tem ligação com intestino e representa as doenças agudas, já a Casa XII representa mais doenças crônicas.

           Nas casas mutáveis vemos as doenças e a saúde. (Casas III, VI, IX e XII)

           Sol na Casa VI ou XII mostra muita renúncia. Carma de tempo
           Na Casa onde tem Virgem só se consegue algo com método e disciplina.

           Na Casa VI você pode saber como vão ser seus empregados.
           O planeta que estiver na Casa VI mostrará a natureza da sua doença.

       Signo fixo na Casa VI mostra tendência a conviver tempo de mais com o problema
         O Mercúrio Virginiano era conhecedor dos segredos e mistérios e adorado como apaziguador.  Aparece também como Hermes, pai da ciência.

          Planeta mais rápido é que vai mandar aspectos para o outro planeta.

         Mercúrio retrógrado - pessoa fica introspectiva, estudiosa, apresenta problemas de fala, ligações com Fonoaudiologia.  Uma pessoa que tem Mercúrio não retrógrado vai ter uma fase da vida que o Mercúrio será retrogrado (Progressão).
          Mercúrio representa a idade do 5 aos 14 anos.

       Planeta ou signo na Casa VI mostra evento relacionado a trabalho e sugerem tarefas para as quais temos melhor potencial, por exemplo: Júpiter ou Sagitário na Casa VI mostra que a pessoa pode ser agente de viagens.

          Casa VI mostra como você se comporta no trabalho
          Casa VI mostra como será seu comportamento perante o seu dia-a-dia.

        Se for Signo Cardeal (Áries, Libra, Capricórnio, Câncer) na Casa VI resolve o problema mais rápido.  Áries é que resolve tudo mais rápido dos cardeais.  Câncer corre para casa quando tem problemas, come muito.  Tende a resolver os problemas, pois enquanto não resolver, o emocional não sossega.  Capricórnio disseca tudo até resolver o problema.
        Libra no primeiro momento tem dúvida, mas quando resolver não volta atrás.

         Signos fixos ( Touro, Escorpião, Aquário, Leão) .
       Na casa onde Escorpião estiver tem que ser algo eliminado se não morre. Se for Escorpião na Casa VI morre mesmo.

         Casa X onde eu trabalho para  o social ver.  Imagem definida para o mundo.

         Escorpião esconde o que vê de ruim.

        Aquário na Casa VI mostra uma pessoa errática, indisciplinada, não é bom signo para resolver problemas. Tem tendência a ter problemas com muito sal. Signo fixo segura e mantém o problema.

         Signos mutáveis fingem que o problema não existe.

       O signo de Gêmeos na Casa VI fala muito mas não resolve.  Passa a bola para outro resolver. Gêmeos na Casa VI na hora de comer, adora cozinhar, mas na hora de comer fala e não come.

        Virgem na Casa VI preocupado com o problema, mas não resolve.  Criterioso para comer.
           Leão na Casa V dá valor ao preparo da comida.

         Sagitário na Casa VI - foge do problema, otimista demais, não presta atenção aos detalhes.  Precisa consultar um especialista.  É freguês de cartomante.  Alimentação: glutão, Sagitário tem boca grande.  É exagerado, promiscuo na forma de se alimentar.  Tendência a ter língua branca e problemas de fígado.

         Peixes na Casa VI traz a depressão, Libra como Ascendente por fora lindo por dentro podre.  Foge da realidade, não vê como a realidade é.  Peixes- soluções místicas.  Se envenena bastante, pois não come sem beber bebida alcoólica.  Não lembra se comeu.

        O planeta na Casa VI mostra a vitamina e alimentos que  devem ser ingeridos diariamente.
           Planeta na Casa XII vitamina de tempos em tempos

           Sais do signo onde  Saturno está e onde aspecta mal.

           Signo na Casa VI e Casa XII - vitaminas.

           Vitaminas contra stress = B12 e vitamina C

        A Casa VI com quadratura com a Casa III mostra trauma de infância, pode aparecer com colegas de trabalhos ou cônjuges.

         Cauda de Dragão ou Nódulo Norte na Casa XII não deve mexer com espiritismo.




A Alimentação:

      Casa V será o que vem da cozinha da pessoa do mapa.
      Áries na Casa V comida de preparo rápido, problemas de fígado.
      Câncer na Casa V a comida tem valor emocional.
      Casa VI como será o sentar a mesa para esta pessoa.
      Casa VII como será distribuída a comida.
      Casa VIII como será eliminada.

      Touro come grama, é um comilão;
      Leão diz que não tem problema;
      Escorpião espera o limite máximo para transformar;
      Aquário pensa muito.

      Leão aprecia comidas caras; Leão não come, janta
      Escorpião tem problema com limite, comidas picantes e restaurante escurinho.
      Libra na Casa V vai pela aparência do prato, não se aprofunda muito no que come.

         Planeta: Mercúrio
         Anjo: Rafael
         Número simples: 8 Caduceu
         Cor:  Multi-colorido
         Aroma:  Mástique
         Metal:  Mercúrio
         Pedra:  Esmeralda e Ágata
         Sacramento:  Confirmação
         Período de vida:  Passagem para a maturidade
         Anverso do Talismã:  Caduceu alado
         Reverso do Talismã: Cabeça de um cachorro
         Dia da semana:  Quarta-feira
         Signo Neutro

Retirado do livro “O  tarô, Manual prático de ocultismo”. Autor: Mouni Sadhu. página:123





HORÁRIO DE VERÃO NO BRASIL

O assunto de hoje é  horário de verão e como afeta o cálculo do mapa astral , assim como o Local do Nascimento com as suas coordenadas ...